Riscos do autodiagnóstico médico pela internet

159

São Paulo – Pessoas das classes A e B, com curso superior e jovens, são o perfil dos pacientes que usam a internet para se autodiagnosticar, segundo levantamento do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ), entidade de pesquisa e pós-graduação na área farmacêutica. O terceiro estudo do instituto sobre o tema apontou que 40,9% dos brasileiros fazem autodiagnóstico pela internet. Desses, 63,84% têm formação superior.

A última edição do estudo, de 2016, já apontava patamar de 40% de autodiagnóstico online, mas dessa vez foi traçado o perfil socioeconômico. “É uma novidade e nos surpreendeu muito, porque imaginávamos que quem se autodiagnosticava eram pessoas que não têm acesso ao médico. Mas são das classes A e B, esclarecidas e com poder econômico para buscar informação de saúde mais concreta e consciente”, diz Marcus Vinicius Andrade, diretor de pesquisa do Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico do ICTQ.

Entre os que fazem autodiagnóstico 55% são das classes A e B e 26%, das classes D e E. “Pessoas de baixa renda ainda buscam mais o médico em prontos-socorros. Quanto mais idosas, mais recorrem ao médico, pois têm dificuldade com a internet de modo geral.” O levantamento foi feito em maio em 120 municípios, incluindo todas as capitais, e ouviu 2.090 pessoas com mais de 16 anos. Para os pesquisadores, o imediatismo está entre as motivações, principalmente na geração de 16 a 34 anos.

A professora Isabella Oku, de 28 anos, é um exemplo. “Evito ir a consultas em relação a certos sintomas, coisas que não são tão graves, como alergias.” Há cerca de oito meses, ela está com um desconforto na unha, que coça sempre que vai à manicure. Isabella pesquisou na internet uma pomada, que está usando. “Não quero precisar esperar o médico ter disponibilidade para me atender.”

Na semana passada, com dor de garganta, já chegou ao consultório dizendo que estava com amidalite. “Tomei antibiótico e não adiantou nada. O médico falou que eu estava resfriada e isso é muito genérico.”

Riscos

Denize Ornelas, da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, diz que o número de pacientes que chegam aos consultórios com autodiagnóstico e automedicação é crescente.

“O maior impacto é quando chegam por efeitos colaterais ou interação medicamentos”, diz. “A maior parte das doenças começa com dor, febre, indisposição, sintomas mais gerais. Se o paciente se automedica e não espera a progressão, pode mascarar uma doença. Dor abdominal pode ser azia e má digestão, mas, se você faz uso constante de antiácido, pode retardar um diagnóstico de câncer de estômago. É raro, mas pode acontecer.”

Em 2016, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definiu os critérios para que remédios pudessem ser isentos de prescrição médica. Não ter potencial para causar dependência, não ter indicação para doenças graves e ser tomado por prazo curto estão entre os requisitos. “São feitos para sintomas menores, como dor de cabeça, indisposição estomacal”, diz Marli Sileci, da Associação da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição.

Fonte: Exame Abril

159

197 thoughts on “Riscos do autodiagnóstico médico pela internet

  1. Pingback: generic ventolin
  2. Pingback: ciprofloxacina
  3. Pingback: buy revia
  4. Pingback: chloroquine drug
  5. Pingback: cialis otc
  6. Pingback: cialis 20 mg
  7. Pingback: Viagra 200 mg uk
  8. Pingback: amoxycillin1st.com
  9. Pingback: ceclor for sale
  10. Pingback: celebrex otc
  11. Pingback: celexa price
  12. Pingback: cipro 1000mg price
  13. Pingback: free slots online
  14. Pingback: online casino usa
  15. Pingback: casino
  16. Pingback: free slots online
  17. Pingback: slot machine games
  18. Pingback: top car insurance
  19. Pingback: rbc car insurance
  20. Pingback: payday loans loan
  21. Pingback: write my essays
  22. Pingback: cleocin for sale
  23. Pingback: clomid purchase
  24. Pingback: clonidine price
  25. Pingback: coreg prices
  26. Pingback: cheap cozaar 25 mg
  27. Pingback: crestor 10mg otc
  28. Pingback: etodolac tablets
  29. Pingback: geodon 40mg cheap
  30. Pingback: hyzaar tablet
  31. Pingback: imdur 20 mg pills
  32. Pingback: imodium for sale
  33. Pingback: home
  34. Pingback: indocin usa
  35. Pingback: lopid uk
  36. Pingback: mobic 15mg coupon
  37. Pingback: plaquenil prices
  38. Pingback: prednisolone usa
  39. Pingback: prilosec price
  40. Pingback: reglan 10mg pills
  41. Pingback: rogaine 5% uk
  42. Pingback: cheapest seroquel
  43. Pingback: singulair canada
  44. Pingback: tricor australia
  45. Pingback: how to buy valtrex
  46. Pingback: verapamil pills
  47. Pingback: voltaren online
  48. Pingback: wellbutrin uk
  49. Pingback: about his
  50. Pingback: zovirax 400mg usa
  51. Pingback: zyvox uk
  52. Pingback: order tadalafil
  53. Pingback: furosemide online
  54. Pingback: pioglitazone cost
  55. Pingback: atomoxetine coupon
  56. Pingback: donepezil 10mg uk
  57. Pingback: clonidine for sale
  58. Pingback: cheap loratadine
  59. Pingback: clozapine tablet
  60. Pingback: Google
  61. Pingback: fluconazole cheap

Deixe uma resposta